A altivez da ignorância matemática

Este é o segundo artigo que compartilhamos por aqui. Se quiser enviar um Artigo para divulgação aqui no blog e compartilhá-lo para milhares de pessoas, saiba mais no link no final da postagem.

Créditos da Imagem: Attie & Moura


Título

A altivez da ignorância matemática: Superbia Ignorantiam Mathematicae

Autor(es)

João Paulo Attie


Manoel Oriosvaldo de Moura

Palavras-chave

Aversão à matemática; Saber matemática; Renúncia à aprendizagem 

Data do documento


Março de 2017

Resumo

Neste artigo, exploramos alguns aspectos associados a dois fenômenos, a aversão à matemática e a consequente renúncia a aprender a matéria, originários da relação entre a sociedade e o processo de ensino e aprendizagem de matemática. A partir de uma suposta binaridade que historicamente se acredita existir, definindo apenas os polos opostos, saber tudo e não saber nada em matemática, criam-se as condições para o disparo de um mecanismo em que, de início, se perpetua a visão corrente de que o assunto é feito somente para seres especiais e iluminados para, mais adiante, criar uma inversão de categorias entre o que é in e o que é out, relacionadas ao conjunto dos que sabem matemática e ao conjunto dos que não sabem matemática. A propósito dessa binaridade, apontamos sua impossibilidade na sociedade atual, pelo fato de não existirem mais indivíduos que saibam toda a matemática existente – o último deles, segundo alguns historiadores, teria sido Poincaré, no início do século XX – nem indivíduos sem nenhum conhecimento matemático, ainda que seja apenas um conhecimento não formal. Pela natureza dos fenômenos estudados e pelas particularidades da abordagem realizada, optamos por uma metodologia qualitativa. Além disso, discutimos no artigo o alcance e a intensidade desses fenômenos e consideramos algumas das possíveis causas e consequências dos mesmos, localizadas no processo de ensino e aprendizagem da disciplina. 

Download


SOBRE O AUTOR

Karina Costa Graduada em Licenciatura em Matemática - IFRJ - 2016.1. Atualmente se Especializando em Ensino de Matemática - UFRJ. Colaboradora do projeto Laboratório Sustentável de Matemática
Facebook Twitter Instagram

Relacionados

Seleção de artigos 2891736284166080349

Postar um comentário

Vencedor na Categoria Ensino Médio

Vencedor do 2º Prêmio de Educação Científica

Recente

Popular

Destaque

Caixas misteriosas para abrir o ano letivo

Nada melhor do que começar o ano letivo despertando a curiosidade dos nossos alunos, uma vez que, segundo Rubem Alves, educar é a arte de ...


item