Jogo Batalha naval de equações para impressão

Juliana e Adrielly são professoras em formação que buscando inovar no ensino de matemática e alternativas para promover a aprendizagem desta disciplina trazem ao blog do Laboratório Sustentável de Matemática uma atividade que desejam compartilhar conosco.

Este Trabalho foi inspirado em dois sites que estão nos links adiante. O primeiro apresenta a proposta de jogo batalha naval das equações e o segundo que explica detalhadamente como se jogar o tradicional jogo de batalha naval. Vamos começar?
Materiais utilizados:

Construindo o jogo

Materiais utilizados

Utilizamos para a construção: 2 pedaços de cartolina (com dimensões de uma folha A4), 2 papelões (com dimensões de uma folha A4), 2 folhas A4, cola, tesoura e impressão do material disponibilizado aqui.

Passo a passo para a construção do tabuleiro (grade-oceano):


Dividir a cartolina ao meio e a recortar pela metade; 
Desenhar tabuleiro 9x9, ou seja, 9 linhas e 9 colunas em cada parte da cartolina; 
Colar a cartolina no papelão, para que fique firme; 
No verso do papelão colar uma folha A4 para dar o acabamento; 
Na primeira linha no primeiro quadrinho deixar um espaço e a partir do segundo foi colar as letras de “A a H”. Já na primeira coluna a partir do segundo quadrinho colar os números de “1 a 8”. 

Observações:

Aconselhamos também elaborar duas tabelas denominadas “seus jogos”, para que cada equipe fique com uma e consiga fazer suas marcações, com o objetivo de conhecer se o tiro aceitou ou não a embarcações do adversário. Essas duas tabelas devem ser imprensas em um papel mais durinho. Já as letras e números podem ser impressas em folha A4. 


As embarcações podem ser impressas modelo das imagens do site para ter uma noção de como desenhar e posteriormente passadas para cartolina, onde para fica mais consistente. No verso é interessante colar um papelão mais fino, como por exemplo, caixa de sabonete ou perfume.






Atividade proposta:

Objetivo:


Afundar os barcos adversários antes de todos os seus próprios barcos serem afundados.

Armas disponíveis:

· Porta-aviões: 3 tiros


· Submarino: 2 tiros


· Barco patrulha: 1 tiro


O que deve ser utilizado:

Uma grade-oceano e uma frota de navios (dois porta-aviões, cincos submarinos, e oito barcos patrulhas) que pode ser posicionada na grade-oceano pelos próprios alunos.


Descrição dos objetos:


Grade-oceano: cartela com coordenadas para as linhas e colunas que será o campo de batalha.





Cartelas dos jogadores: Local onde os participantes marcarão a posição de sua frota:




Porta-aviões: embarcação que representa uma equação do 1º grau de maior dificuldade. Para afundá-lo são necessários três tiros. 



Submarino: embarcação que representa uma equação do 1º grau de dificuldade média. Para afundá-lo são necessários dois tiros.



Barco Patrulha: embarcação que representa uma equação do 1º grau de fácil resolução. É necessário um tiro para afundá-lo. 




Preparação do jogo:



1.Dividir a turma em equipes;

2. O jogador não deve revelar ao oponente as localizações de suas armas.


3. Cada jogada será representação de um “tiro” no tabuleiro adversário, podendo atingir uma embarcação ou o oceano.

Jogando (regras):


Cada jogador, na sua vez de jogar, seguirá o seguinte procedimento:


1. Disparará 3 tiros, indicando a coordenadas do alvo através do número da linha e da letra da coluna que definem a posição. Para que o jogador tenha o controle dos tiros disparados, deverá marcar cada um deles no reticulado intitulado "Seu jogo".

2. Após cada um dos tiros, o oponente avisará se acertou e, nesse caso, qual a arma foi atingida. Se ela for afundada, esse fato também deverá ser informado.

3. A cada tiro acertado em um alvo, o oponente deverá marcar em seu tabuleiro para que possa informar quando a arma for afundada.

4. Uma arma é afundada quando todas as casas que formam essa arma forem atingidas e se o jogador conseguir responder as equações que estão nas embarcações.

5. Após os 3 tiros e as respostas do oponente, a vez para o outro jogador.

6. O jogo termina quando a equipe afundar todas as armas do outro grupo.



Dowwnload


Você pode baixar o material para impressão e as regras deste jogo clicando neste link.

Colaboraram neste post


Juliana Moreira: graduanda em matemática pela Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos (FAFIDAM), monitora voluntária na disciplina de Didática Geral pelo Programa de Monitoria Acadêmica (PROMAC) e participa do grupo de pesquisa sobre formação de professores em Ciências e Matemática com o uso das NTIC’s.


Adriélly Alves Cavalcante: graduanda em matemática pela Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos (FAFIDAM), campus da Universidade Estadual do Ceará (UECE) situado em Limoeiro do Norte no interior do Ceará e atua como bolsista desde 2014 pelo Programa de Bolsas de Estudos e Permanência Universitária (PBEPU).


Envie sua prática inovadora pra gente!

Professor(a), faça como Juliana e Adriélly e envie suas atividades diferenciadas para nós e inspire milhares de leitores! Vamos juntos lutar pela educação e pela melhoria do ensino de matemática no Brasil! 



SOBRE O AUTOR

Isabela Alcantara Isabela Alcântara é licenciada em Matemática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ)-Campus Paracambi, participou por dois anos do Programa de Iniciação à Docência (PIBID) e é colaboradora do projeto Laboratório Sustentável de Matemática.
Facebook Twitter Instagram

Relacionados

Objetos de aprendizagem 8529574671656844940

Postar um comentário

Vencedor na Categoria Ensino Médio

Vencedor do 2º Prêmio de Educação Científica

Recente

Popular

Destaque

Caixas misteriosas para abrir o ano letivo

Nada melhor do que começar o ano letivo despertando a curiosidade dos nossos alunos, uma vez que, segundo Rubem Alves, educar é a arte de ...


item