Medição de Volume com auxílio de potes e materiais de medição: Uma proposta de atividade para o Ensino Médio. Por professor Bruno Santos

Ao trabalharmos com os alunos sobre volume, costumamos explicar que é a quantidade de espaço ocupada por um corpo e enchemos a lousa com uma porção de fórmulas que muitas vezes não fazem sentido algum aos alunos. A atividade que será apresentada a seguir foi desenvolvida com alunos do 3º ano do curso Técnico Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio na Escola Técnica Estadual (ETEC) Bartolomeu Bueno da Silva Anhanguera em Santana de Parnaíba, São Paulo. 

Metodologia 

Após a aula tradicional, onde o professor explanou sobre as formas de resolver exercícios sobre volumes e a realização de algumas listas de exercícios, os alunos foram separados em duplas. O professor solicitou que todos trouxessem potes da mãe para a atividade. Foi solicitado que os potes fossem em forma cilíndricas ou quadrangulares. 

Com os potes em mãos, os alunos foram para o refeitório, onde o professor entregou os seguintes materiais: 

· uma ficha de trabalho; 

· Um pedaço de barbante; 

· Uma régua. 



Figura 1:Alunos no refeitório com o material disponibilizado pelo professor. 



Na ficha de trabalho, os alunos deveriam preencher uma tabela com as seguintes informações. 



Figura 2:Modelo da ficha de trabalho entregue aos alunos. 



Para preenchimento da ficha, os alunos fizeram as medições utilizando a régua e o barbante. 




Figuras 3 e 4:Alunos realizando as medições com régua e barbante. 



Após finalizar as anotações com auxílio do barbante da régua, os alunos foram orientados a fazer a medição com o auxílio de um béquer e água. Mas como a escola não tinha o béquer, o professor providenciou medidor de cozinha para que os alunos pudessem fazer as medições. 



Figuras 5, 6 e 7:Alunos realizando as medições com água e auxílio do medidor de cozinha. 



Após a finalização da ficha de trabalho no refeitório, os alunos voltaram para a sala, onde foram discutidos alguns pontos como: 

· Conversão de unidades de medidas. Os alunos encontraram os valores em cm3 e no medidor, a medição estava em mililitros ou litros. 

· O porquê das medições feitas com régua e compasso, apesar se serem próximas, não eram iguais aos do medidor. 

Considerações Finais 


Os alunos demonstraram muito interesse em participar dessa atividade. Além de sair do ambiente da sala de aula, onde passam em média 8 aulas por dia, os alunos puderam comprovar aquilo que estudam em sala de aula e que muitas vezes não é significativo para eles. 

O processo de utilização de materiais manipulativos como a régua, barbante, os potes e medidores são muito produtivos para as aulas, mas deve ser muito bem planejado para que o aluno não pense que esse trabalho é de passa tempo e possa observar a construção de conhecimento. É um processo trabalhoso, mas gratificante pois, contribuir para melhorar a prática docente e a aprendizagem da matemática sempre pode nos proporcionar momentos inesquecíveis. 

Publique com a gente 


Professor (a), a sua prática é o espelho de sua crença. Se você tem práticas diferenciadas, venha compartilhar. Juntos podemos melhorar o ensino da matemática e fazer com que ela se torne cada vez mais divertida. 

Sobre o Autor 

BRUNO SANTOS NASCIMENTO 


É colaborador, desde 2018, da comunidade virtual de práticas do Laboratório Sustentável de Matemática: V-LSM . É Licenciado em Matemática pela Universidade de Guarulhos Especialista em Educação Matemática pela mesma universidade, Especialista em Metodologias do Ensino a Distânciapela Faculdade Anhanguera. É professor de Ensino Médio e Técnico na ETEC Bartolomeu Bueno da Silva Anhanguera em Santana de Parnaíba – São Paulo nas habilitações profissionais de Informática para Internet e Logística, ambas integradas ao Ensino Médio. Atua como docente na Faculdade Anhanguera de Jundiaí-SP nos cursos de Administração, Engenharia e Logística. 


SOBRE O AUTOR

Relacionados

práticas de laboratório 1988899660304045888

Postar um comentário

Leia a política de comentários do blog.

emo-but-icon

Vencedor na Categoria Ensino Médio

Prêmio Shell de Educação Científica

Recente

Popular

Destaque

Caixas misteriosas para abrir o ano letivo

Nada melhor do que começar o ano letivo despertando a curiosidade dos nossos alunos, uma vez que, segundo Rubem Alves, educar é a arte de ...

Quer criar um blog e não sabe?

Crie o seu blog educacional

Siga por e-mail


item